Sacola

  • Sem produtos na sacola

DICIONÁRIO DE MODA: HAUTE COUTURE

Fala-se tanto em alta costura, principalmente quando vemos grandes eventos no tapete vermelho (sentimos muita falta disso durante a pandemia!), mas você sabe realmente o que caracteriza uma peça de alta costura?

Para fazer Alta Costura, a maison precisa estar regulamentada por um órgão do governo francês, a Féderation de la Haute Couture et de la Mode, fundado em 1868.  Algumas regras para fazer parte desse seleto grupo de grifes são necessárias:

              Exposição: Dior 70 Anos, Musée des Arts Décoratifs, Paris, 2017

 

Local: a maison precisa estar localizada no "Triângulo de Ouro de Paris", que fica entre as avenidas Montaigne, George V e Champs-Élysées. Nesse local se concentram as marcas mais exclusivas do mundo, como Chanel, Christian Dior, Givenchy, Jean Paul Gaultier e Louis Vuitton. É preciso ainda ter um padrão arquitetônico reconhecido.

 

Couturier: quem comanda um ateliê de Alta-Costura não recebe o título de estilista, e sim de "Couturier", precisando-se obter uma "Premiere" - uma 1ª costureira - que na ausência do "Couturier" conseguirá seguir plenamente com os negócios. Na concepção da Alta-Costura quem desenha e concebe toda a coleção (com a regra de dois desfiles por ano) é o “Couturier”.

As Peças: não necessariamente a Alta-Costura precisa ser um vestido. A Chanel tem o icônico Tailleur, que é um grande marco da alta costura. Regra sim é que a maior parte da peça seja feita à mão com materiais de altíssima qualidade. Os membros da maison devem criar peças de vestuário feitas sob encomenda em um ateliê que tenha pelo menos 15 funcionários em tempo integral, 20 trabalhadores técnicos em tempo integral em um de seus ateliês. Algumas peças podem levar até  1000 horas para serem confeccionadas pelas mais hábeis profissionais da área. As coleções devem ser apresentadas com um mínimo de 25 desenhos originais, incluindo visuais diurnos e noturnos.

 Ateliê Ralph & Russo 

 

Chanel, Dior, Schiaparelli, Maison Margiela, Valentino, Givenchy, Atelier Versace, Zuhair Murad, Elie Saab, Bouchra Jarrar, Stéphane Rolland, Jean Paul Gaultier, Viktor & Rolf, Adeline Andre, Ulyana Sergeenko, Fendi, Giorgio Armani Privé, Alexis Mabille, Maurizio Galante, Alexandre Vauthier, Giambattista Valli, Ralph & Russo, Franck Sorbier e Iris Van Herpen.

Outra exigência é que os membros tenham pelo menos um perfume em seu catálogo.

As marcas que fazem parte desse mundo à parte: Chanel, Dior, Schiaparelli, Maison Margiela, Valentino, Givenchy, Atelier Versace, Zuhair Murad, Elie Saab, Bouchra Jarrar, Stéphane Rolland, Jean Paul Gaultier, Viktor & Rolf, Adeline Andre, Ulyana Sergeenko, Fendi, Giorgio Armani Privé, Alexis Mabille, Maurizio Galante, Alexandre Vauthier, Giambattista Valli, Ralph & Russo, Franck Sorbier e Iris Van Herpen.

Com peças elaboradas com tamanha rigidez, quem compra Alta Costura? Um público extremamente seleto: uma lista de apenas 4 mil pessoas no mundo compra Haute Couture. As americanas são as maiores consumidoras, seguidas das árabes e russas.

Arrisca um modelito?

 

Related Articles

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *