Sacola

  • Sem produtos na sacola

Moda e Arte, nada pode estar tão relacionado

Desde a antiguidade, moda e arte interagem e caminham juntas. Já na idade média, a classe social era perceptível de acordo com as vestimentas, retratadas em obras de arte. Hoje um riquíssimo meio para entender como se formou a história da moda é a história da arte. 
Na idade Média a verticalidade era notada nas roupas e cabelos, propositalmente raspados na testa, com altos penteados, que se assemelhavam aos arcos da arquitetura gótica das grandes construções da época.

        

            Rogier van der Weyden,                                                       Capela de Assis, Itália
           Portrait d'une jeune femme
          National Gallery of Art, Washington, D.C.. 

         

    Renaut et Clarice - Loyset Liédet                                     Catedral Gótica de Colônia, Alemanha
    Roman de Renaut de Montauban
Já no Renascimento, o teocentrismo deu lugar ao antropocentrismo, resgatando valores da cultura clássica greco-romana, um novo estilo de vida surgiu, a burguesia começou a prosperar e seguir os passos da nobreza, ambas classes sociais encomendavam inúmeros retratos para registrar os excessos e a riqueza de seu estilo de vida.
Esses excessos chegam ao ápice na era de Luís XIV e seus sucessores, do barroco ao rococó tudo era minuciosamente registrado por diversos pintores da época. Surge uma moda diferenciada com extrema riqueza de materiais e detalhes: laços, texturas, brilhos, rendas e muito volume. O excesso era a última moda, tanto nas artes e arquitetura da época. 

            

              Madame de Pompadour, por François Boucher                              Galeria dos Espelhos, Versalhes.

 

Como eu faço minhas criações
A moda sempre foi reflexo do seu tempo e a história nos fornece uma bagagem ímpar de referências e inspirações para criar o novo ou reinventar o “velho”. 
Após essa breve introdução, explico o porquê de iniciar meu blog com esse tema: a arte sempre foi um combustível para mim, acho fundamental entender o passado para construir um futuro e criar, para mim está relacionado sempre com as referências que carregamos ao longo de nossa vida. Acredito que atualmente existe “tanto de tudo” que criar algo do zero é um desafio diário. 
Para atender esse desafio, é necessária muita leitura, curiosidade e paixão. Todos podemos ser criativos, mas para isso, precisa ler e se interessar. Divido meu tempo entre minhas criações, o ateliê de produção e a Andreus Galeria, (Link do site ou insta da Andreus)  uma jovem galeria de arte. Aprendo e absorvo muito com os artistas, suas histórias e suas obras. A arte faz parte do meu dia a dia e me alimenta. 
Outra grande paixão para mim desde sempre (uma vertente das artes) é a dança, mais especificamente o ballet. E por que não misturar  arte, moda e ballet? O resultado disso foi minha primeira coleção chamada Giselle (aqui colocar o link da coleção), inspirada no ballet romântico de mesmo nome.  

           Ballet Giselle, Teatro Pittsburgh, Alexandra Kochis, Christopher Budzynski; Fotografia – Rich Sofranko

Minha interpretação sobre o ballet Giselle (esse painel fez parte da minha monografia, cujo tema era o Ballet Giselle. Será que é uma obsessão?)
Gosto sempre de pegar um tema que me fascina, estudo, leio e o transformo em minhas criações. A ideia é que cada peça que eu desenhe, tenha uma história, uma referência e sua própria identidade dentro da coleção. Por isso, cada peça leva o nome de uma ballet ou uma grande bailarina. Cada modelo, cores e tecidos foram cuidadosamente pensados para transmitirem a fantasia, leveza e sonho dessa linda história que é o ballet Giselle. Fica o convite aqui para conhecer minha coleção (novamente link da coleção Giselle) de estréia e para quem nunca assistiu, vale a pena ver, não precisa ir até o teatro, a internet tem muitas apresentações disponíveis para assistir. Se delicie!
Referências:
PEZZOLO, Dinah Bueno. Moda e arte: releitura no processo de criação - São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2013.
 

 

Related Articles

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *